MOTIVOS PARA VOCÊ DEIXAR DE FAZER SÓ O QUE GOSTA NA ACADEMIA

 

Acredito que com a onda nova de “coaching” que vemos na internet ou até no convívio pessoal cara-a-cara, escutemos muito sobre sair da nossa zona de conforto, parece clichê mas dentro do nosso ambiente de treinamento pode ser justamente o que impede muitos de progredir, ver resultados e consequentemente manter uma rotina de treinamento.

Não saímos da zona de conforto quando:

– Ficamos com o mesmo treino por muito tempo apenas por gostar, usando as mesmas cargas e por justamente achar que não somos capazes de aprender ou utilizar de novos exercícios ou técnicas.

– Deixamos de fazer o treinamento aeróbio de uma forma intensa por achar que só a musculação nos trará resultado ou vice-versa.

– Focamos em aulas coletivas apenas, deixando muitas vezes de fazer o fortalecimento necessário para evitar lesões e melhorar nossa composição corporal (embora eu ache super válido aulas coletivas, dá pra ter o melhor dos dois mundos).

– Renegamos o alongamento e a mobilidade achando que não nos faz falta, as vezes nos enganando e ignorando possíveis dores como sinais de aviso do corpo.

– Tentamos nos esconder do profissional da sala para que ele não nos corrija (SIM, ISSO ACONTECE!).

A primeira etapa para correção dos erros é a identificação dos mesmos e com isso procurar alguém capacitado para que nos ajude a superá-los, o inconfortável sempre nos trará resultado, sempre nos mostrará como podemos ser fortes e mais confiantes para encarar não só um treino intenso mas sim a vida como um todo, passe a sair da zona de conforto e me relate se não colheu algo de benéfico nisso.

O sucesso é inevitável.

 

Personal Trainer Gabriel Lima

CREF: 145109-G/SP

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • chat
    Adicionar um comentário